Abílio Fernando Alves Cardoso

Pe. Abílio Fernando Alves Cardoso

Nasceu em 11 de Julho de 1953 em Marinhas, Esposende (distrito de Braga).
Frequentou os Seminários diocesanos de Braga e foi ordenado sacerdote em 1977.

Foi redactor do jornal DIÁRIO DO MINHO, em Braga, de 1977 a 1979 e capelão militar de 1979 a 1981.
Pároco de Mosteiro e Reitor de Vieira do Minho durante uma década (1981/1991) e professor de Religião e Moral (1981/1987). Foi o responsável pela construção da atual Igreja da vila de Vieira do Minho, entretanto constituída sede de uma nova Paróquia.
Licenciatura em Teologia Pastoral na Universidade Pontifícia de Salamanca, com a tese Para um laicado adulto e corresponsável na reevangelização, sob a direcção do Professor Casiáno Floristán (1989).

Director do Secretariado Geral do Episcopado, em Lisboa e Director da revista Lumen de 1989 a 1994.

Em Setembro de 1994, por proposta da Conferência Episcopal Portuguesa, com a prévia autorização do Arcebispo de Braga, foi nomeado, pelo Cardeal Arcebispo de Paris, Reitor do Santuário de Nossa Senhora de Fátima – Marie Médiatrice, tendo tomado posse em 23 de Outubro.
Como Reitor do Santuário desenvolveu intensa actividade pastoral em prol da comunidade portuguesa, com colaboração permanente com a Rádio Alfa e a imprensa local ao serviço dos portugueses.
Após sete anos em Paris, partiu, em Novembro de 2001, para os Estados Unidos onde, na comunidade portuguesa de Hartford, Connecticut, se dedicou particularmente a actividades de formação durante dois anos. Logo em seguida, assumiu a paróquia de Waterbury por um ano, durante o qual dinamizou uma nova reestruturação da paróquia através de diversificadas lideranças de um laicado empenhado.

Chamado à sua diocese de origem para nova missão pastoral, assumiu a Paróquia de Santa Maria Maior na cidade de Barcelos desde Outubro de 2004 até 23 de Setembro de 2023.

Da sua intensa atividade paroquial destaca-se a promoção que fez dos Caminhos de Santiago, acompanhando a pé centenas de caminheiros, bem como das peregrinações a diversos santuários, em particular à Terra Santa, aonde conduziu cerca de 500 peregrinos.

Em 2009 foi agraciado com o título de Monsenhor pelo Papa Bento XVI, sob proposta do Arcebispo Primaz de Braga.

Em 2019 fez uma experiência missionária de dois meses na Paróquia de Ocua, diocese de Pemba em Moçambique, uma paróquia assistida por sacerdotes e leigos da Arquidiocese de Braga, numa parceria há anos iniciada e que exprime em concreto o espírito missionário da Igreja de Braga.

Em 2023, ao completar 19 anos de missão pastoral na Paróquia de Santa Maria Maior em Barcelos, foi-lhe concedido um «tempo sabático», em resposta ao seu pedido, com a intenção de aliar o descanso necessário para a saúde com o enriquecimento da experiência missionária por terras da América Latina. No entanto, perante necessidades pastorais apresentadas por D. Manuel Quintas, bispo do Algarve, aceitou a paroquialidade de Alvor, que inclui ainda as comunidades de Montes de Alvor e da Penina, integradas na Região Pastoral do Barlavento. Tomou posse canónica da paróquia a 15 de Outubro de 2023.

0:00
0:00