AMORIS LAETITIA (a “Alegria do Amor”), de 8/04/2016

A redescoberta do sentido e do valor do matrimónio

O documento divide-se em 9 capítulos:

1. À luz da Palavra;

2. A realidade e os desafios das famílias;

3. O olhar fixo em Jesus: a vocação da família;

4. O amor no matrimónio;

5. O amor que se torna fecundo;

6. Algumas perspectivas pastorais;

7. Reforçar a educaçãodos filhos;

8. Acompanhar, discernir e integrar a fragilidade;

9. Espiritualidade conjugal e familiar.

Esta exortação merece destaque pelo seu contributo fundamental para a redescoberta do sentido e do valor do matrimónio, num exercício marcante da teologia católica e, ao mesmo tempo, dirigido a todos os crentes e não apenas aos pastores, teólogos e juristas. O cap. VIII dá particular relevância às situações de fragilidade e rutura do matrimónio, numa perspectiva de compreensão da realidade humana concreta. Numa perspectiva de atualização do espírito do Concílio Vaticano II, este documento aponta desafios pastorais assentes no acompanhamento e respeito pela história de cada pessoa e de cada casal, na atenção aos processos pessoais de discernimento.

É a Magna Carta da pastoral familiar para o próximo futuro.

AMORIS LAETITIA

0:00
0:00